esta semana estava eu dentro de um vagão do metrô, lotado como de costume, com todo mundo apertado, compartilhando um pouco de calor humano. Eis que à minha frente, avisto uma mulher olhando atentamente para a sua tela de celular, dou uma focada na imagem e vejo cenas familiares: a moça estava assistindo Friends!

Não resisti e acabei assistindo um pouquinho enquanto a minha estação não chegava. Eu sei que isso é invasão da privacidade alheia, mas eu nem consegui esquivar a tela do celular do meu campo de visão. Estávamos como sardinhas numa lata.

Eu já assisti essa série um trilhão de vezes. Toda noite eu a deixo ligada no Netflix e as vozes do Chandler, da Rachel e cia me fazem dormir tranquilamente. Às vezes é como se a série fosse o meu protetor de tela, eu deixo ela lá, rodando enquanto faço outras tarefas.

Antigamente eu fazia isso com The Office também (a versão americana), mas ela saiu do streaming.

Mas, recentemente, descobri outra série com o mesmo efeito, a Brooklyn Nine Nine, uma série sobre o dia a dia em uma delegacia de polícia um pouco bagunçada e com policiais bem engraçados. Ela vem, aos poucos, se tornando meu segundo sonífero.

O que essas duas séries têm em comum? Ambas são séries de comédia. Acho que o cérebro relaxa assistindo esse gênero televisivo, embora eu não possa afirmar pois nunca fui atrás de estudos sobre o assunto.

É reconfortante ligar a TV e deixá-las lá… passando.

Talvez eu tenha um problema, não sei, até sei as falas de cor… (engraçado que a expressão “de cor” vem da palavra cor que significa coração em latim)

E você, qual série você já assistiu inúmeras vezes? Aquela com a qual você tem uma conexão especial…